Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24057
Title: ALZHEIMER, A DOENÇA TRAIÇOEIRA: O AUTOCUIDADO DOS CUIDADORES FAMILIARES E A FUNÇÃO DO PROFISSIONAL DA ENFERMAGEM
Authors: SILVA, ALINE MARQUES
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Keywords: Doença de Alzheimer;Autocuidado
Issue Date: 2018
Abstract: A doença de Alzheimer é uma doença degenerativa do cérebro, o tipo mais comum de demência que acomete os idosos, caracterizada pela perda gradativa e irreversível das funções cognitivas e uma consequente incapacitação do doente. A responsabilidade dos cuidados ao paciente com Alzheimer, normalmente recai sobre algum membro familiar, que acaba se tornando sobrecarregado, gerando problemas físicos e psicológicos. Assim, torna-se importante estudar sobre os aspectos sociais, familiares, psicológicos e emocionais do cuidador familiar que está diretamente em contato com o doente e, por ser de sua família, está mais envolvido do que um cuidador profissional. O objetivo geral do presente estudo é compreender de que forma os fatores estressores no cuidar do paciente da impactam emocional e psicologicamente os familiares cuidadores no ambiente doméstico. Para tal, foi realizado uma revisão da literatura nacional e internacional, publicada e disponível nas plataformas eletrônicas de dados, preferencialmente a partir de 2008 até a presente data sobre a doença Alzheimer, a Teoria do Autocuidado de Doroteia Orem e sua importância aplicada ao cuidador familiar e de que forma o profissional da Enfermagem pode auxiliá-lo no preparo técnico e psicológico. Os descritores utilizados na pesquisa foram: “doença de Alzheimer”, “autocuidado de Orem”, “Autocuidado cuidador Alzheimer” “Enfermagem e autocuidado” “Enfermagem autocuidado Alzheimer”. A análise dos artigos consultados permite concluir que os cuidadores familiares de doentes com Alzheimer muitas vezes se sentem sobrecarregados, deixando de realizar suas próprias atividades rotineiras e não percebem a necessidade de se auto cuidar, devido aos cuidados dispensados ao outro. Neste sentido, o profissional de enfermagem desempenha um papel fundamental na promoção da saúde do cuidador, buscando estratégias de ações que valorizem o autocuidado e as necessidades do cuidador, influenciado pela teoria do auto cuidado de Dorothea Orem, que engloba ações de autocuidado, auxiliando-o no planejamento de atividades que promovam o bem estar de todos os envolvidos por meio do apoio, orientação e capacitação e incentivo ao autocuidado.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24057
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALINE MARQUES SILVA_DEFESA.pdf
  Restricted Access
561.41 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.